Blog do Pr. Luciano Costa

Blog do Pr. Luciano Costa - A verdade a tudo vence!

segunda-feira, dezembro 07, 2009

O NASCIMENTO DE JESUS - Esboço de sermão

I. A Reação e a Situação de Maria ao saber da gravidez- Lc 1.26-38

a. Perturbou-se muito (v.29)
Foi chamada de “agraciada, muito cheia de graça”.

b. Entrou em crise pessoal (v.34)
Ao entender que seu filho não seria de José ficou perplexa, teria de acontecer um milagre. Seu ambiente social a teria como uma mulher adúltera senão acreditassem no milagre.

c. Resignou-se à obediência (v.38)
“Eis-me aqui” - Ela já sabia das dificuldades que enfrentaria.


II. A Reação e a Situação de José - Mt 1.18-24

a. Resolveu deixar Maria secretamente (v.19)
Em casos de infidelidade o divórcio era praticamente obrigatório. Maria poderia ser apedrejada.

b. Obedeceu a Deus atendendo ao anjo (v.20-24)
José deve ter sido motivo de escárnio e vergonha para seu povo: “Concebido pelo Espírito Santo?!”. Isso era inconcebível para o povo daquela época.

c. Aguardou com paciência até o nascimento de Cristo (v.25)
José aguardou que Jesus nascesse para poder desfrutar de sua esposa.


III. O Nascimento de Jesus

a. Foi numa manjedoura e foi enrolado em tiras (Lc 2.7)
Na hospedaria não havia lugar para eles. Talvez tenham sido desprezados. A maioria das manjedouras ficava ao ar livre, talvez Jesus tenha nascido a céu aberto.

b. Foi comemorado por anjos e pastores (Lc 2.8-14)
Os pastores eram uma classe desprezada porque seu trabalho os impedia de observar a lei cerimonial e, como eles se movimentavam por todo o país, era comum serem considerados como ladrões. Não eram considerados dignos de confiança e não eram aceitos como testemunhas nos tribunais.

c. Foi circuncidado no oitavo dia e consagrado no templo (Lc 2.21)
Seus pais cumpriram as ordenanças da Lei e deram uma oferta considerada pobre: dois pombinhos.


IV. O Ministério de Jesus

a. Curou os enfermos, ensinou o amor de Deus e pregou o Evangelho (Mt 11.2-5)

b. Morreu e ressuscitou, venceu a morte e nos salvou (Jo 10.17,18)
“Por isso, o Pai me ama, porque eu dou a minha vida para a reassumir. Ninguém a tira de mim; pelo contrário, eu espontaneamente a dou. Tenho autoridade para a entregar e também para reavê-la. Este mandamento recebi de meu Pai.”

c. É o Alfa e o Ômega, o Todo-Poderoso que buscará sua igreja (Ap 21.5-7)